Site Autárquico de Alcoutim

Mapa do Concelho
newsletter

Iniciativas

Entrar no Portal de Informação GeográficaTransportes SociaisOrçamento Participativo

O Silêncio das Marés

O rio Guadiana nasce na província espanhola de Ciudad Real, tem uma extensão total de cerca de 830km e torna-se navegável nos últimos 48 Km, entre o Pomarão e Vila Real de Santo António, onde a sua largura varia entre 100 e 500 m.

O Guadiana foi a via natural de acesso de sucessivos povos da bacia mediterrânica ao Sudoeste da Península Ibérica, que teriam conhecimento da riqueza mineral existente na região do Baixo Alentejo. Os romanos chamaram-lhe Ana ou Anas e os árabes juntaram-lhe Uádi (rio). Durante tempos foi conhecido por Odiana e hoje recebe o nome de Guadiana.

A navegabilidade do Baixo Guadiana até Mértola permitiu o intercâmbio comercial e cultural com as comunidades agro-pastoris do interior. O Guadiana passou a inscrever-se nas rotas comerciais do Mediterrâneo e do Atlântico. Ouro, prata, cobre, trigo, couro, azeite, mel, sal e pescado foram alguns dos produtos que animaram o tráfego fluvial durante dois milénios. 

    • Museu do Rio
    • Museu do Rio

    • Miradouro do Pontal
    • Miradouro do Pontal

    • Ruínas do Montinho das Laranjeiras
    • Ruínas do Montinho das Laranjeiras

AGENDA

Multimédia

PUBLICAÇÔES