Site Autárquico de Alcoutim

Mapa do Concelho
newsletter

Iniciativas

Entrar no Portal de Informação GeográficaTransportes SociaisOrçamento Participativo

Caracterização Demográfica do Concelho de Alcoutim

A população do Algarve interior tem vindo a diminuir ao longo do tempo. Esta perda de população está diretamente correlacionada com as assimetrias de desenvolvimento entre o litoral e a serra.

O produto turístico que tem persistido nas últimas décadas baseou-se no binómio sol/praia, levando ao abandono progressivo das regiões interiores. Quem parte são, regra geral, os jovens e ativos que procuram mais e melhores empregos.

O processo de envelhecimento acentua-se e os concelhos interiores assistem a um processo de despovoamento que, em algumas aldeias e montes, é praticamente imparável.

O concelho de Alcoutim é um dos melhores exemplos do que está a acontecer na serra algarvia, pois foi o concelho algarvio que mais perdeu população nesta última década.

Alcoutim perdeu, desde a década de 60, aproximadamente dois terços da sua população e as perspetivas futuras reforçam a tendência para o despovoamento.

No que diz respeito à evolução da população por freguesias, constata-se que todas elas perderam habitantes entre os períodos censitários de 1991, 2001 e 2011 (Figura 1).

 

Figura 1 – Evolução da População do concelho de Alcoutim por Freguesia em 1991, 2001 e 2011

 

1991

2001

2011

Alcoutim

1258

1099

921

Giões

450

307

256

Martim Longo

1586

1384

1030

Pereiro

407

287

213

Vaqueiros

870

693

497

TOTAL

4571

3770

2917

Fonte: XV Recenseamento Geral da População, 2011, INE.

 

Entre 1991 e 2001, as freguesias que perderam mais população foram as de Giões e Pereiro (rondando os 30% de perda). Contudo, entre 2001 e 2011 foi a freguesia de Vaqueiros que registou a mais acentuada perda de habitantes (28% de perda), seguindo-se Pereiro e Martim Longo (rondando os 26% de perda).

AGENDA

Multimédia

<img alt="Still from Movie" src="" width="100" height="80" />

PUBLICAÇÔES