Artesanato

O Artesanato é o trabalho manual ou a produção de um artesão que, através da utilização de técnicas e saberes ancestrais, expressa, no objeto que constrói, a cultura de um povo.
Conhecer o artesanato de uma região é abordar o seu passado, sentir as suas tradições e costumes, contactar com os seus valores ancestrais e perceber o que se desenha hoje aos nossos olhos.
Apesar das atividades artesanais estarem a desaparecer um pouco por todo o país, no concelho de Alcoutim ainda se confecionam tradicionais peças de lã e de linho (mantas, alforges, etc.), bordados e rendas, tapeçaria tipo Arraiolos e mantêm-se outras atividades tradicionais como a cestaria em cana e em vime, a olaria, o ferreiro de forja ou o sapateiro. Aqui cresceu também um tipo de artesanato mais recente, resultante da capacidade de adotar, adaptar e inovar técnicas artesanais. É o caso das bonecas de juta (Oficina Flor da Agulha), simbolizado figuras típicas da região, e das flores de palha de milho (Lutão de Baixo), bem como nas mais variadas peças de barro (Martinlongo e Cortes Pereiras).
Eis alguns exemplos do artesanato característico do concelho de Alcoutim: 

Artefactos em Madeira: São essencialmente miniaturas de peças utilitárias: dobadouras, fusos, rocas, cadeiras, cântaros ou colheres.
Na sua maioria são utensílios que já caíram em desuso, mas que surgem com uma nova dinâmica, nomeadamente a decorativa. Os artesãos procuram manter viva a memória, através da miniaturização desses utensílios.
(Martinlongo, Lutão, Alcaria Alta, Fernandilho, Vaqueiros)

Artefactos em Madeira

Arranjos Florais: Feitos de palma de milho e decorados com ervas campestres. São peças feitas com paciência, dedicação e muita sensibilidade.
Este tipo de artesanato requer muita destreza manual para dar forma de pétalas às palmas de milho, de onde surgem lindas flores.
(Lutão, Santa Justa)

Arranjos florais


Bonecas de Juta: Representando figuras típicas da região, são feitas de serapilheira, com o corpo armado em estrutura de arame. Com linho são feitas as cabeleiras e com chitas o vestuário que as enfeita. Os adornos, que caracterizam a atividade que representam, são miniaturas feitas em metal, madeira ou barro.
(Martim Longo)

Bonecas "Flor da Agulha"

Cadeiras: Executadas com materiais da região, estas cadeiras são autênticas obras de arte popular. São de vários tamanhos, feitas de madeira de oliveira, as costas e os pés de loendro e o tampo tecido com junça, uma planta que nasce espontaneamente na região.
(Zorrinhos de Cima, Fortim)

Cestaria: Com as canas apanhadas junto do rio e das ribeiras, fazem-se cestos, cabazes e canastas, que antigamente serviam de transporte dos produtos agrícolas e do peixe.
Têm hoje em dia outras finalidades, sendo muitas vezes meramente decorativas. Alguns artesãos fazem também chapéus de cana.
(Balurcos, Alcaria Queimada, Ferrarias, Alcoutim, Azinhal, Fernandilho)

Cestos

Calçado: No concelho de Alcoutim ainda se confecionam sapatos, botas e sandálias de forma artesanal. Esta técnica mantém intactas as suas características, quer do ponto de vista da matéria-prima a utilizar, quer ainda das técnicas ancestrais, aplicadas na manufaturação do calçado.
(Giões)

Cerâmica: Ressurge no concelho de Alcoutim com novas formas e cores. Umas vezes vidrada com cores fortes, outras recriando peças ancestrais.
Representam o aparecimento de jovens artesãos com perspetivas atuais, baseadas nas mais antigas técnicas de tratar o barro.
(Cortes Pereiras, Martim Longo)

Cerâmica

Tecelagem: É uma das mais antigas expressões do artesanato algarvio, nomeadamente de Alcoutim. Hoje em dia, ainda é feito nos teares manuais e de forma tradicional, desde a montagem da teia e da trama até ao corte e cosedura.
Entre os vários artefatos produzidos, contam-se as mantas de retalhos, lã ou linho. Fazem-se também colchas, toalhas de linho, alforges, sacos, tapetes e muitos outros artigos.
(Penteadeiros, Vaqueiros, Clarines, Mestras)

Tecelagem


Locais de Venda de Artesanato:

Casa de Artesanato: Situada no centro histórico da vila de Alcoutim, mesmo em frente à Casa dos Condes e ao lado do posto de turismo. Nesta casa pode encontrar um variado leque das pequenas maravilhas que as mãos hábeis dos artesãos da região dão à luz.

Morada: Rua 1º de Maio, s/n
             8970- 056 Alcoutim
E-mail: amoira@iol.pt

Horário:

Inverno (01 Outubro a 31 Março)

09.00 - 12.30

14.00 - 17.30

Verão (01 Abril a 30 Setembro)

09.30 - 13.00

14.30 - 18.00

Flor da Agulha: Oficina artesanal de fabrico e venda de bonecas de juta, situada em Martim Longo. 

Telefone: 281 498 251

Cerâmicas de Alcoutim: Localiza-se em Cortes Pereiras e trabalha na produção e venda de cerâmica decorativa.

Telefone: 281 546 030


Lusifá (D. Maria de Lurdes): Ervas aromáticas para chás, em Azinhal, freguesia de Martim Longo.

Telefone: 966 494 520 ou 291 498 161